Konjiki no Word Master

Capítulo 36: A Decisão do Rei dos Demônios


Aehoo, meu braço está melhor. Voltando as traduções diárias.

Fiz um erro com o Were Rabbit, na verdade é Coelhomem (ou algo assim). Eu poderia ter corrigido no dia que postei, mas achei melhor ficar quieto. (Criei um animal mais foda)

 

Por alguma razão mais estranha ainda ninguém pensou ao menos no fato que os gabranth tem que ser humano/animal. Ou questionou a nominação.


 

Hiiro arregalou seus olhos assim que ele viu seus status.

 

<<Sequência de Duas Palavras (Desbloqueada)>>

 

Como resultado do que ele previu, seu senso de expectativa começou a surgir incontrolavelmente nele. Ele queria testar imediatamente. Entretanto, por enquanto sua primeira prioridade era conferir suas habilidades.

 

<<Sequência de Duas Palavras (Desbloqueada)>> Custo de MP: 300

 

Agora era possível a Hiiro utilizar duas palavras em sequência. Comparado a invocação de uma só palavra, essa habilidade garantia um efeito excessivamente mais forte quando ativada. Área de efeito; Poder de Influência; Versatilidade; mesmo com todos esses aspectos melhorados, havia uma limitação adversa. Dependendo da palavra, o tempo de duração pode ser curto. Também, ao menos que a imagem é claramente representada na mente quando estiver executando a habilidade, a palavra não poderá ser escrita.

 

Em adição, se a escrita de duas palavras for interrompida, o <<refluxo>> vai causar uma redução de 50% em todos os status, e também negar a ativação de magia do usuário por um certo tempo. Todas as habilidades e status voltariam ao normal depois que 6 horas se passassem.

 

Hiiro: (Essa é outra magia que possui fortes habilidades, mas um <<refluxo>> de mesmo tamanho, huh…)

Hiiro:(Ela reduz tudo pela metade huh… Escrever duas palavras demora um pouco. Eu devo usar isso em situações na qual eu esteja familiarizado com meus arredores.)

 

Claro, se alguém interrompesse Hiiro enquanto ele estivesse escrevendo, e se o oponente fosse um inimigo formidável, não seria estranho que esta penalidade significasse sua morte imediata.

 

Hiiro:(Entretanto, se essa habilidade possui esse risco, é natural que o efeito compense.)

 

Sem precisar dizer, Hiiro estava emocionado. Ele queria ver tudo o que ele podia fazer. Ele queria rapidamente ter um tempo a só e tentar.

 

Arnold:”Oy~ Hiiro, você conseguiu algo como um título?”

Hiiro:”Quem sabe, e você?”

Arnold:”B-Bem, eu acho que você acha algum desses títulos ridículos mas, eu quero discutir com você esse. Eu consegui um título chamado <<Lâmina de Vento>>”

Hiiro:”Hou~”

Arnold:”Parece que você pode conseguir qualquer tipo de correção de <<Status>>. Isso é o que eu consegui. E você Muir?”

Muir:”Ah, un. É incrível, eu não sei como dizer…”

 

Quando Muir leu seu <<status>>, Arnold não podia esconder sua surpresa assim como sua mandíbula caiu.

 

Arnold:”R-Realmente aumentou, huh… seu nível…”

Muir:”U,un. Estou um pouco feliz, mas um pouco triste… eu acho?”

 

Os sentimentos dela estavam misturados. Estar no nível 34 seria o sinal de um aventureiro experiente. Entretanto, a garota em questão nunca ficou na linha de frente antes. E ainda sim, o fato que ela chegou neste nível significava que a realidade tornou-se algo ultrapassado.

 

Entretanto, o fato que seu corpo tornou-se mais leve e que ela podia sentir poder dentro dela fazia ela manter-se calma.

 

Arnold:”Bem, não é legal? Um nível é um nível. Não importa quão alto seu nível é, eu acho que é melhor ser igual Muir e ter dúvidas de suas próprias habilidades ao invés de tornar-se arrogante e superestimar elas.”[1]Indireta Direta

Muir:”R-realmente?”

Arnold:”Sim, bem, eu duvido que Muir vá se tornar superconfiante, mas aceite a realidade por enquanto. Você vai tornar-se útil se você trabalhar duro. Todo mundo começa a partir da dedicação, é o que eu estou tentando dizer.”

Muir:”u, un!”

 

Dizendo isso a Arnold, Muir respondeu assentindo vigorosamente. Claro, foi decidido que a partir de agora, Muir também iria lutar. Era precisamente por causa disso que ela podia pensar o quanto ela se tornaria forte no futuro.

 

Arnold:”Deveríamos estar felizes que nosso rank da guilda também subiu. O seu também subiu, certo?”

Hiiro:”Aa”

Muir:”Un!”

Arnold:”Como eu pensei, um grupo neste lugar nos ajudou muito, huh…”

 

Em poucas palavras, mesmo se uma pessoa luta sozinha e os outros membros assistem, a experiência dos outros dificilmente subiria.

 

Arnold:”Já que foi graças ao Hiiro e a Muir que a Víbora de Barro foi morta, é uma boa hora de festejarmos.”

 

Apesar de ter sido Arnold a pessoa que deu o golpe mortal, ele acreditava que se ele estivesse sozinho ele teria com certeza corrido. Além disso, ele deu a eles o crédito.

 

Hiiro:”De qualquer forma, eu estou indo na frente. É aquilo ali, não é?”

 

O que Hiiro estava apontando era um grande portão que podia ser visto na floresta a frente.

 

Arnold:”Aa, essa é a entrada para [O Reino das Bestas: Passion].”

 

Alguns dias antes de Hiiro e cia. chegarem a [Passion], o [Reino dos Demônios:Xaoc] estava em clima de tensão. Graças a uma carta recebida alguns dias antes dos [Gabranth].

O conteúdo da carta contia a  convicção para batalha. Em outras palavras, era uma declaração de guerra.

 

“……”

 

Uma grande quantidade de soldados de ranks misturados estavam alinhados na frente do castelo dos demônios Terrace. Olhando esse espetáculo com uma cara azeda estava nada mais nada menos que a Senhora do Castelo dos Demônios, a quem presidia o [Reino dos Demônios:Xaoc]: Eveam.

 

Com um belo cabelo loiro que flutuava no vento, uma jovem aparência que possuía características infantis se distorceu enquanto ela observava a cena com seus dentes cerrados. Atrás de tal garota, sua assistente, Kiria, estava silenciosamente observando ela até começar a falar.

 

Kiria:”Você está certa disso?”

Eveam:”….”

Kiria:”Deve isso continuar, seria um erro tornar isto uma guerra de total aniquilação.”

Eveam:”Eu sei disso!”

 

Enquanto negava as palavras de Kiria, Eveam aumentou sua voz.

Entretanto, depois desse fato, ela mesmo não sabia como proceder.

 

Eveam:”E pensar que os Gabranth iriam se mover tão rápido…”
Kiria:”Não, eu já esperava isso.”

Eveam:”ku…”

 

Sim, ela não estava ali porque ela não podia fazer nada. Ela tinha enviado um tratado de paz similar aos enviados aos Humas.

Entretanto, não foi aceito nem mesmo por eles. Ela então considerou oferecer seu próprio pescoço para parar a luta, entretanto, mesmo assim Kiria disse que os beastman não iriam cessar.

 

Como resultado, ela procurou outras formas e tentou vários métodos diferentes de conversar com eles. Entretanto, parecia perca de tempo.

Incidentalmente, havia uma mensagem que conseguiu chegar. Essa mensagem era:”O que os Gabranth pretendem conseguir aqui?”a resposta dos Beastman, entretanto, poderia ser determinada como “Uma decisão foi feita e devemos eliminar totalmente os Evila”. Assim, a intenção de destruição dos Evilas foi totalmente esclarecida.

 

Eveam:”Porque… isso se tornou em uma batalha…?”
Kiria:”Provavelmente por causa do método de persuasão mais efetivo.

Eveam:”Como?! Porque devemos determinar tudo com força? Poder é naturalmente desigual!Não é melhor se você usar palavras que todos possuem igualmente para debater ao invés de forçar as pessoas a submeter-se com força? Se conversássemos, nenhuma gota de sangue seria derramada.”

Kiria:”…Isso realmente aconteceria?”

Eveam:”O que você quer dizer?”

 

Em resposta as palavras de negação de Kiria, os olhos da Rainha dos Demônios encaravam os de Kiria.

 

Kiria:”Palavras… são leves demais”

Eveam:”-tch!”

Kiria:”Certamente, palavras são algo que todos tem acesso igualmente. Entretanto em primeiro lugar, palavras são vazias por sua natureza.”

Eveam:”Vazias?”

Kiria:”Sim. O grande poder da persuasão pode ser trago dessas palavras  vazias. Não somente essas palavras passam pelos ouvidos de uma pessoa, mas podem também serem gravadas na mente de outra. Entretanto, Eveam-sama, você acha que tais palavras sem peso podem evitar a guerra?”
Eveam:”Eu acho que…”

Kiria:”Talvez em um mundo pacífico sem guerra, isso se fosse uma negociação conduzida com um uma troca de favores, então talvez seu método funcionasse.”

Eveam:”…”

Kiria:”Entretanto, isso é guerra. Pessoas vão morrer. Guerra não é uma situação trivial que pode ser resolvida com negociações como o comércio. É o maior obstáculo que você vai enfrentar. Você conseguirá carregar todas as consequências de sua decisão?”

Eveam:”…”

Kiria:Parece que você ainda é muito ingênua para tornar-se o lord dos demônios. Para começar, os evilas são abundantemente fortes; uma raça que cresceu na batalha. Mostrar tal fraqueza aos de sua espécia pode enfurecer o povo. Por favor considere isso…”

Eveam:”Já chega”

Kiria:”…”

 

Eveam disse enquanto cerrava os dentes e seu punho com tal força que sangue começava a cair deles.

 

Eveam:”Eu só… não quero machucar ninguém. Todos  são da minha família. Se a família começa a brigar… como alguém ficará feliz? M-Mas eu não tenho poder…”

Kiria:”Então, devemos baixar nossas armas e nos render?”

Eveam:”…eh?”

Kiria:”É possível que os Gabranth entendam nosso verdadeiro motivo. Entretanto, no caso de provar-se inefetivo, a raça dos Evilas irão perecer sem poder fazer nada.”

No cenário mais positivo, a aniquilação completa dos evila seria evitada. Entretanto, a possibilidade dos capturados serem executados é muito grande.

Além disso, a brigada cruel é tão forte que não pode ser suprimida, eles deveriam ser executados.

Mas se ela não se render, muito sangue será derramado. Mesmo que os evila tornem-se vitoriosos, há uma grande possibilidade do outro lado não se render até o fim.

 

Kiria:”Eu, Kiria, fiz comentários sem sensibilidade. Por favor me atribua uma punição.”

Eveam:”Está tudo bem. O que Kiria me disse é certo e indiscutível. Não há motivo para punimento.”

Kiria:”Eu garanto que vou seguir Eveam-sama não importa onde você vá.”

Eveam:”Kiria… me perdoe.”

 

Por um curto período, um silencio tomou conta do ambiente. Entretanto, em resposta as palavras de Kiria, Eveam deixou sua aparência triste de lado.

 

Kiria:”Você se decidiu?”

Eveam:”Eu vou proteger os Evila! Kiria, eu quero que você me dê sua força!”

Kiria:”Como desejar.”

Eveam:”Não vou permitir que minha família seja destruída!”

 

 

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.

Notas do Tradutor   [ + ]

1. Indireta Direta

View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: