Konjiki no Word Master

Capítulo 55: Esse Pássaro, Denovo!


Está aqui seus chatos ^_^ (Cara de psicopata)

 

Um Hiiro perplexo cruzou seus braços.

 

Hiiro:”Hum… perambular por um país tão largo a pé vai levar um tempo. Mas se eu tentar voar, eu posso atrair atenção. O que eu devo….”

 

Enquanto estava contemplando, ele pensou em uma ideia. Ele começou a focar seu poder mágico na ponta de seu indicador.

 

Hiiro:”Eu duvido que isso vá funcionar….?”

 

Contrariando as expectativas de Hiiro, a palavra foi facilmente escrita e invocada.

 

*Pishun*

 

Daquele local, Hiiro instantaneamente desapareceu. [1]Cadê a Tété? Sumiu!

 

Hiiro apareceu onde era o campo de flores que ele havia visto antes. Hiiro involuntariamente cerrou seus punhos e emitiu um grande sorriso.

 

Hiiro:”Oo~, deu certo! Isso é incrível!”

 

Hiiro utilizou a palavra [Transferir]. Enquanto escrevia, ele tinha a imagem de um certo local projetado em sua mente. Era um campo de flores que ele havia visitado antes. Era chamado de [Jardim Doggan].

 

Esse era o vilarejo que Hiiro havia visitado quando entrou no continente Gabranth. Entretanto, esse vilarejo era um lugar muito longe de Passion, iria levar aproximadamente duas semanas andando para cobrir a distância entre as cidades.

 

O que significa que Hiiro adquiriu a habilidade de teleporte. [2]Ai vc lembra o som do goku no PishinPensando que isso seria possível com a palavra [Transferir], Hiiro não acreditando tentou escrever. Nem precisava dizer o quanto Hiiro estava feliz em ter conseguido.

 

Conseguir mover entre uma larga distância em um instante. Hiiro não podia fazer nada exceto sorrir largamente e preencher-se de felicidade.

 

Hiiro:”Com isso, eu posso retornar para o continente dos Humas quando eu quiser. Essa habilidade é um roubo.”

 

Incidentalmente, a razão do porque Hiiro veio a esse vilarejo era adquirir pernas. Da ultima vez, ele conseguiu emprestar um monstro chamado Raidpic. Hiiro conseguiu viajar para Passion rapidamente montado nele.
Assim que Hiiro entrava no vilarejo com seus próprios pés, ele começou a procurar uma pessoa em particular. Ele imediatamente encontrou a pessoa em questão. Aparentemente, ele parecia estar discutindo algo com os outros camponeses.

 

Hiiro:”Oi, Kuma no Ossan!” [3]Kuma=Urso, Ossan=forma de chamar pessoas mais velhas

Max:”Hãn? Eh… ah, você não é-!?”

 

Quem estava falando com Hiiro era um grande amigo de Arnold, Max. Seu físico estoico o fazia lembrar mais um porco que um urso, ou é assim que Hiiro pensava.

 

Max:”Se não me engano é Hiiro, certo? O que aconteceu? Onde está Arnold?”

Hiiro:”Eu estou sozinho. Ossan está com a Chibi em Passion neste momento.”

Max:”Ele? Que significa que você está sozinho viajando? Porquê você veio de Passion para cá?”

Hiiro:”Eu vim alugar o Raidpic de antes. Eu vou pagar em ouro. Alugue-me ele.”

Max:”Ah, aquele pássaro! O que me lembra que eu recebi a noticia que eles retornaram na ultima noite.”

 

Hiiro pensou que era uma boa hora. Mesmo se alguns dias se passaram desde que eles partiram, ainda havia a possibilidade que o Raidpic ainda não teria retornado. Apesar que ele teria escolhido outro se necessário, era preferível alugar um que ele já havia se acostumado.

 

*Dadadadadadadadadadaada*

 

Algum tipo de sombra começou a se aproximar com uma velocidade tremenda. Essa sombra manteve seu embalo e correu em direção a Hiiro, abraçando ele usando sua longa língua para lamber a cara dele.

 

Raidpic:”Kui kui kui kuiiiiiii!”

Hiiro:”Ei! Pare com isso! Seu pássaro babão!”

 

Hiiro desesperadamente tentou se livrar do pássaro. Entretanto, como ele estava sendo abraçado com uma força considerável, não era tão fácil assim.

 

Max:”Gahahaha! Eu não achei que ele ficaria tão ligado a você! Ok, eu vou alugar ele para você! Melhor ainda, se é bom para você, você também pode comprar ele, mas isso você decide.”

Hiiro:”Comprar?”

 

Hiiro respondeu com sua face cheia de baba. Assim que ouviu a palavra “comprar”, o Raidpic congelou, enviando a Hiiro um olhar de “ME COMPRA LOGO PO#@!”[4]Não estava escrito mas assim é melhor

 

*Kirakirakirakirakirakirakira*

 

Ele fez uma expressão que quase fez Hiiro comprar ele. Seus olhos estavam brilhando como estrelas.

 

Hiiro:(Bem, é importante ter ‘pernas’. Esse carinha ai parece querer ser comprado por alguma razão…)

 

Enquanto cuidadosamente examinava o Raidpic, Hiiro deu sua resposta a Max.

 

Hiiro:”Quanto?”

 

Com isso, Hiiro estava obtendo o Raidpic. O Raidpic estava tão feliz que começou a bater suas asas que não podiam voar com um *batabata*, tudo enquanto corria em círculos.

 

Hiiro:”Eii! Mas que saco! Se você não ficar quieto, eu vou fritar você e fazer yakitori!”[5]Frango frito

raidpic:”Kuii-!?”

 

Respondendo a palavra ‘Yakitori’, o Raidpic congelou com um *gatagata*. Como esperado, ele estava com medo de ser queimado. Ele tentou usar seus olhos para pedir piedade.

 

Hiiro:”Era uma brincadeira. Nós estamos deixando amanhã então descanse o resto do dia.”

Raidpic:”Kuii!”

 

Mesmo respondendo de forma afirmativa, o pássaro não deixou Hiiro.

 

Hiiro:”Oi, eu já encerrei meus assuntos com você, então você pode voltar agora.”

 

Entretanto, ele não retornou. Ele mandou um olhar de expectativa a Hiiro, como se estivesse esperando algo.

 

Hiiro:”Q-Qual é o problema agora?”

Max:”Aa, parece que ele quer que você lhe dê um nome.”

Hiiro:”Nome?”

Max:”Se seu novo mestre não lhe der um nome, ele não vai mover nem um centímetro.”

Hiiro:”Esses pássaros são um saco.”

 

De forma exasperada, Hiiro colocou sua mão no queixo e começou a contemplar.

 

Hiiro:”Vejamos… Pássaro não está bom?”

Raidpic:”Kui kui kui kui kui!”

 

*Bunbunbunbun* O raidpic começou a balançar sua cabeça violentamente. Parece que estava totalmente insatisfeito com a resposta que Hiiro lhe deu.

 

Hiiro:”É um pássaro bem exigente né?!”

Max:”Gahaha! É porque o nome tem de ser algo que o representa individualmente. Esse carinha ai está esperando que você lhe dê um bom nome.”

 

Hiiro encarou o pássaro, como se estivesse analisando. Um bico amarelo e penas brancas. Grandes olhos negros. Também, por alguma razão, uma marca na forma de uma lua crescente estava em sua testa.

 

Hiiro:”O quê é esta marca?”

Max:”Nn? Aa, isso é uma marca de nascença. É um tipo de pinta se comparado a uma pessoa.”

Hiiro:”Hmmm.”

 

Enquanto Hiiro observava a marca, ele levemente assentiu.

 

Hiiro:”…Yosh, você agora é ‘Mikazuki’.”

 

Hiiro simplesmente disse isso, entretanto…

 

Mikazuki:”Kui kui kui kuiiiiiiiiiiiiiiiiii-!”

 

Parece que ele havia gostado de seu nome. Sua satisfação não chegou ao nível de cobrir Hiiro com saliva, mas ainda sim, Mikazuki parecia satisfeito e retornou a casa dos pássaros.

 

Max:”Gahaha! Colocando seu senso de nome de lado, para um Raidpic ficar assim, você é alguém muito incrível!”

 

Max começou a firmemente acariciar o ombro de Hiiro enquanto ria. Enquanto a face de Hiiro distorceu-se com o impacto repentino. Ele começou a falar.

 

Hiiro:”De qualquer forma, eu queria ir ao dormitório, mas…”

Max:”Oi, não diga algo tão frio assim. Venha para minha casa. Eu vou te dar alguns doces de mel.”

Hiiiro:”Hou~”

 

Por uma noite, Hiiro decidiu ficar na casa de Max.

 

Assim que o dia mudou, o céu estava bom para uma jornada. Max foi para a saída da loja se despedir de Hiiro.

 

Max:”Então onde você está indo?”

Hiiro:”Quem sabe.”

Max:”Você não se decidiu?”

Hiiro:”Aa, eu sou um cara que segue o vento.”

Max:Entendi. Se cuide ok?!”

Hiiro:”aa, obrigado por cuidar de mim.”

Max:”Volte novamente com os outros dois e coma alguns doces.”

 

Max sorriu e gargalhou. Hiiro respondeu ele enquanto estava montado encima de Mikazuki.

 

Hiiro:”Só se a chance aparecer.”

 

Então, Hiiro deixou o vilarejo de [Doggam].

 

Hiiro:”Bem, por enquanto, vamos só vagar por ai.”

Mikazuki:”Kuii!”

 

Depois de ganhar um ‘companheiro confiável’, Hiiro continuou sua jornada. Ele estava pensando onde seria seu próximo destino. Imaginando que tipo de aventura iria encontrar, Hiiro olhou para frente enquanto carregava um pouco de expectativa.

 

Hiiro:”Bem, vá onde quiser. Eu vou ler um livro enquanto isso.”

 

Parece que o olhar de Hiiro durou somente uma fracção de segundo. Mikazuki quase caiu no chão em reação a atitude de Hiiro, mas, continuou a seguir em frente.

 

 

Na [Capital das Feras:Passion], Leowald, o rei Gabranth, havia finalmente retornado dos eventos inesperados que ocorreram na guerra. Apesar de estar totalmente descontente, ao saber que sua filha, Mimir, recuperou sua voz, sua atitude inverteu-se totalmente enquanto ele decidia fazer uma festa.
Ele havia ouvido as noticias dos soldados primeiro. Claro, ele não acreditou neles e perguntou a sua esposa Blantha, e também a Kukklia. Ouvindo o que Kukklia havia dito, ele foi em direção a Mimir.

Após um tempo, quando uma voz angelical entrou em seus ouvidos, seu mal humor foi jogado de lado, parecia mentira. Ele começou a gritar enquanto abraçava sua amada filha.

Ele estava grato  ao Espírito que curou a voz de Mimir. Leowald disse para todos que os espíritos foram sempre seus únicos aliados.

Em seguida, as festividades começaram. Claro, eles também publicaram também os resultados da guerra. Ouvindo que os Evila haviam se retirado da guerra, haviam muitos Gabranth que expressaram fúria e frustração. Entretanto, graças ao ocorrido com Mimir, muitos esqueceram isso e curtiram a festa.

 

Leglos:”O papai não pode fazer nada exceto mimar Mimir huh.”

 

Enquanto Leowald colocava Mimir em seus largos ombros, ele começou a andar mostrando sua filha. Olhando o espetáculo, estava o primeiro príncipe Leglos.

 

Lenion:”Eu continuo pensando na guerra.”

Leglos:”Não, não é que o nosso pai não está preocupado com a guerra. Quando é hora de lutar, nós lutamos. Quando é hora de celebrar, nós celebramos. Essa é a lei deste país. Até você está feliz com o que ocorreu com a Mimir, certo?”

Lenion:”Estou?”

 

Lenion disse enquanto desviava o olhar. Entretanto, sua expressão estava suave. Assim, Leglos reafirmou seus pensamentos que diziam o quão adorável sua irmã era.

 

Leglos:”Depois da festa, nós pensaremos sobre a guerra. Agora é hora de celebrar. Você não concorda Lenion?”

Lenion:”…Faça o que quiser.”

 

Os dois fizeram um brinde antes de levar a bebida a seus lábios. Todos estavam felizes enquanto celebravam a festa. Entretanto, no meio do evento, havia uma pessoa que tinha seu olhar fixado em Mimir.

 

???:(Fumu…porque, o que isso pode significar? Algo que nem eu pude curar…. parece que uma investigação se faz necessária.)

 

Um par de óculos brilharam, uma boca distorceu-se em formato de lua crescente.[6]:)

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.

Notas do Tradutor   [ + ]

1. Cadê a Tété? Sumiu!
2. Ai vc lembra o som do goku no Pishin
3. Kuma=Urso, Ossan=forma de chamar pessoas mais velhas
4. Não estava escrito mas assim é melhor
5. Frango frito
6. :)

View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: