Konjiki no Word Master

Konjiki no Word Master 16: Festival Raer


Amanhã tem um almoço da hora, e talvez não traduza ;D


 

 

Hiiro:”…<<Doce de Pera Ardente>>?”

 

Hiiro murmurou enquanto olhava a placa da loja.

 

Hiiro:”Oh, eles estão vendendo uma fruta bem rara.”

Dono da Venda:”Olá, chegue mais perto!”

 

O dono da venda, era um homem idoso bem energético que radiava cortesia. Muir olhou o <<Doce de Pera Ardente>> que estava a mostra na vendinha com olhos brilhando.

 

Hiiro:”Senhor, nos dê três!”
Vendedor:”Claro! Oh, coisinha linda, vou lhe dar um extra bem grande!”
Muir:”O-OBrigado… ehehe.”

 

Muir mostrou um sorriso feliz.

 

Hiiro:”Está bom?”

Arnold?:”Sim, pode apostar~ A fruta tem o formato de um fogo ardente e enquanto doce, é macia e fácil de mastigar. Bem, você vai entender o quão ardente ela é quando você tentar.”

 

Sendo dito isso. Hiiro mordeu um pedaço e seu gosto espalhou em sua boca. Então algo surgiu dentro de sua boca.”

 

Hiiro:”Hm?”

Arnold:”Hehe, surpreso? Esse gostinho na boca é o segredo da <<Pera Ardente>>!”

Esse favor era viciante. Era muito doce, mas ainda sim lhe provocava certa ardência. Esse era extremamente popular com as crianças. Muir estava com suas bochechas cheias e uma expressão de transe.

 

Arnold:”Ok! Próximo!”

 

Arnold tomou a liderança e os outros dois o seguiram.

(Então isso é um festival. Se eu conseguir comida boa, não é tão ruim assim)

 

Hiiro nunca foi a um festival no Japão, então ele estava gostando da nova experiência. Apesar que era tipico dele desejar que essa multidão não estivesse ali.

Várias vendas eram similares as do Japão, como a barraca de tiros. Muir estava curtindo o máximo possível, mas depois de caminhar um pouco, a mentalidade de Hiiro chegou no seu limite.

(Ah, que saco. As pessoas esbarram em mim e pisam no meu pé… Eles não podem todos desaparecer?)

Seus pensamentos começaram a vagar em águas perigosas. Então ele encontrou uma barraca grande. A placa da barraca dizia o seguinte:

<<Sanduíche de Tubarão da Felicidade>>

 

Arnold, olhando a mesma placa, mostrou uma expressão surpresa.

 

Arnold:”N-Não brinca… Aquele Tubarão da Felicidade?”

Hiiro:”Você conhece?”
Arnold:”Claro que sim! É um ingrediente que todo cozinheiro deve preparar pelo menos uma vez!”

 

Hiiro presumiu que deve ser algo realmente bom visto sua atitude excitada.

 

Arnold:”Ouça, o tubarão da felicidade somente vive no <<Mar do Grande Búfalo>>. Além disso, somente na parte mais profunda, então ele raramente vem a superfície. É super raro, mas aparece de vez em quando para botar ovos. Seu corpo tem uma bela cor rosa e um chifre cor de jade na cabeça. É dito que toda parte de seu corpo, seja chifre ou dentes, é comestível!”

 

Arnold disse com paixão, mas Hiiro basicamente não tinha interesse em animais, então entrou por um ouvido e saiu no outro.

 

Hiiro:”Então é bom?”

Arnold:”Claro! Ouça, dizem que o gosto… é melhor que o Aqua Hound!”

Hiiro:”Compre. Agora!”

Em um instante, Hiiro mudou para algo com intenção de matar.

 

Arnold:”S-Sim… mas.”

Hiiro:”Que?”

Arnold:”Olhe ali.”

Hiiro:”Hm?”

 

Arnold apontou para uma lotérica cilíndrica que você normalmente vê em distritos de compras[1] Aquele que aparece frequentemente nos animes que cai uma bolinha dourada.

 

Arnold:”Eles tem um estoque limitado… então você tem de ganhar para comer.”

Hiiro:”O que foi que você disse?”

 

Um arrepio correu por todo seu corpo. Vir até aqui e não comer essa comida deliciosa? Hiiro mordeu seus lábios com essa tortura.

 

Arnold:”Cada pessoa tem uma chance e parece que vários já ganharam… Oh, o prato diz que só existem três porções restando… A fila é bem grande também, então acho que não vai dar certo.”

 

Hiiro cerrou seus punhos frustrado assim que ele viu Arnold jogar a toalha.

(Espere ai. Aquela carne de Aqua Hound era incrível. Mas eu não posso comer a comida em minha frente que é ainda melhor? Como isso é possível… Não, a palavra desistir não está no meu dicionário)

Hiiro levantou sua face com um sorriso e encarou a lojinha.

 

Hiiro:”Obrigado velhote”

Arnold:”Huh?”

Hiiro:”Obrigado por me mostrar isso.”
Arnold:”Agradeço, mas você não vai poder comer…”

Hiiro:”Não, não há motivos para desistir.”

 

Ele olhou as pessoas jogando na loteria. Aparente mente você ganha quando a bola dourada cai.

(Neste caso)

Ele concentrou poder mágico na ponta dos dedos.

 

Hiiro:”Me mostre as mãos vocês dois.”

Muir e Arnold:”Eh?”

 

A linha na frente da loteria lentamente ficou mais curta. Com alguns ganhando, só haviam três porções restando.

Mas felizmente, ninguém ganhou até então.  E finalmente.

 

Hiiro:”Minha vez.”

Hiiro teve sua chance. Ele engoliu seco e rodou o cilindro. Ouve um barulho e então… PLOP

Todos engoliram sua saliva. A bola que saiu foi…

 

Hiiro:”HAHAHAHA! Nada é impossível para mim!”

 

Hiiro sorriu de uma maneira exagerada. Sim ele conseguiu perfeitamente a bola dourada. Uma palavra pálida estava escrita no pulho que foi levantado ao ar. Estava escrito “Boa Sorte.”

Ele estava preocupado com o que escrever. A palavra “Sorte” poderia ter funcionado também, mas ele não sabia se com isso a sorte aumentaria ou diminuiria. Então qual seria o resultado? Uma bola iria cair, mas não necessariamente a dourada.

Então ele escreveu “Boa Sorte” pois assim era fácil imaginar ganhar com isso. Magia significa imaginar. Qualquer pensamento desnecessário diminuiria o poder da magia. Então ele escolheu essa palavra. Sua magica era realmente um roubo.

(Bem, não me arrependo de nada. É pela comida de qualquer forma)

 

Seu apetite justificava os problemas de ser exposto. Como resultado, os três ganharam em seguida. Claro que os outros dois estavam de boca aberta com essa cena, mas Hiiro considerou explicar para eles já que estava de bom humor.

 

Arnold:”Hey, Hiiro…?”
Hiiro:”Eu sei o que você quer perguntar, mas agora… coma!”

 

Em suas mãos encontrava-se um hambúrguer. Com uma leve cor rosa e misturado a vegetais como repolho com molho de batata doce.

 

Hiiro:”*Munch*…Ohhh?”

 

Onde estou? Por um momento, ele sentiu que estava dentro do oceano com a pressura do mar esmagando seu corpo. Que sabor rico. A compatibilidade com o pão era extraordinária. E o chifre era crocante.[2]Crianças, lembre-se. Não use drogas como Hiiro fez

Delicioso. Seu corpo ingeriu tudo, até os ossos e os dentes.

 

(Minha nossa. Quem sabia que algo tão delicioso existia!)

Era mais delicioso que qualquer peixe que ele comeu. Dentro o estomago estava rangindo como se a comida estivesse viva. Era bom a ponto de partir a terra. Além disso, seu corpo parecia que estava cheio de poder.

Wow… só wow…

(Definitivamente… uma vitória…)

Agora ele poderia cair no sono no lugar que ele se encontrasse caso relaxasse. Era uma sensação tão boa, parecia que ele estava nadando no oceano de baixo de um sol quente.

Quando ele olhou os outros dois, Muir estava saboreando a comida também. Ela parecia gostar de comer também, então ela estava de bom humor já que pode comer algo tão bom. E Arnold… ele estava chorando por alguma razão.

Para ser honesto, não era uma visão muito boa. Bem, a comida com certeza era boa a ponto de chorar, mas algo estava chamando a atenção, então Hiiro decidiu socar ele depois.

 

Arnold:”Oh~ estou cheio!”

Muir:”Sim, estava delicioso. Ehm… Bem…”

Muir olhou para Hiiro.

 

Muir:”Obrigada.”

 

Parecia que ela queria mostrar sua gratidão. Hiiro respondeu com um simples “Sem problemas”, mas lembrou Arnold de perguntar sobre a <<Magia das Palavras>>.

 

Arnold:”Então você vai me dizer o que você escreveu na minha palma mais cedo?”

Hiiro:”…Ok.”
Arnold:”Eh? Então você vai realmente me dizer?”

Hiiro:”Anh? Já que você não quer me ouvir então-”

Arnold:”Ah, não, não. Me conte! Essa palavra… é sua magia?”

Hiiro:”Sim é chamada de <<Magia das Palavras>>. Uma magia única.”

Arnold:”Uma magia única?!”

Hiiro:”Fale baixo! Não lhe direi mais nada!”

Arnold:”Desculpe-me, mas realmente é uma magia única?”
Hiiro:”Sim. Não tem a palavra na sua palma?”
Arnold:”S-Sim.”
Hiiro:”Essa palavra é de onde eu vivia e eu posso trazer um efeito da palavra.”

 

Esse mundo não conhecia os Kanjis, então os outros dois não podiam ler, ele francamente explicou a magia.  Ambos ouviram com uma expressão boba.

 

Arnold:”Sua magia não é um pouco injusta?”

Muir:”*Assentiu*”

Hiiro:”Quem se importa. É um talento nato.”

Arnold:”Bem, claro, mas… Eu já ouvi sobre magias únicas, mas não tão poderosas como essa.”

Hiiro:”Oho. Como o que por exemplo.”

 

Hiiro estava interessado em outras magias fora a sua.

 

Arnold:”Deixe-me lembrar, magia que controla o espaço, magia que hipnotiza pessoas e … magia que manipula outras magias…”

Hiiro:”Parecem bem fortes”

 

Principalmente a magia de hipnose. Ele não sabia como funcionava, mas uma magia que controla outras pessoas é bastante perigosa.

 

Arnold:”Mas com sua <<Magia das Palavras>>, você pode usar qualquer magia que eu mencionei, certo?”

 

Para ser honesto, ele podia. Mas talvez não pudesse controlar tão perfeitamente quanto o original, mas era possível usar uma palavra com efeito similar.

 

Hiiro:”Sim eu posso.”

Arnold:”Não disse, é tão injusto~Seu maldito trapaceiro”

Muir:”*Assentiu*”

Hiiro:”Pode ser onipotente mas não é invencível.”

Arnold:”O que você quer dizer?”

Hiiro:”Quem sabe? Eu não tenho razão em lhe dizer.”

Arnold:”Grr. Bem, você não é um idiota para falar sua fraqueza aos outros.”

Hiiro:”Com certeza.”

Arnold:”Mas fora isso, sua magia é muito fascinante!”

Hiiro:”Tanto faz. Estou cansado, então eu vou para a pousada. E, não diga isso a ninguém.”

Arnold:”Me ouça!”

 

Hiiro sempre agia como queria, os outros dois suspiraram e o seguiram.

 

Hiiro:”Hm? Já se cansaram do festival?”

Muir:”Eh? Ah, sim, eu estou satisfeita…”
Arnold:”Eu me diverti também!”

Hiiro:”Então vá reservar um quarto, servo.”

Arnold:”Já lhe disse, não sou seu servo. Tenha respeito com os mais velhos!”

Hiiro:”Não seja arrogante só porque você nasceu mais cedo.”

Arnold:”Isso me permitiu experimentar mais a vida! Se desculpe! Agora!

 

Hiiro olhou para Muir  e disse.

 

Hiiro:”…Não se torne como ele, tampinha.”

Arnold:”O que você quer dizer, seu maldito pirralho!”

 

Hiiro trocou olhares com Muir, mas ela não sabia como reagir.
Ignorando a fúria de Arnold, Hiiro foi para a pousada. Mas um problema ocorreu lá.

Arnold:”Eh? Não há quartos vazios?”

 

Arnold estava com sua boca aberta na frente da bancada. Atras dele encontrava-se Hiiro, que mostrava uma aura desprezível.

 

Atendente:”Minhas sinceras desculpas. Devido ao festival, nós não temos vagas no momento.”

 

O que faremos? Arnold lentamente e de forma silenciosa virou sua cabeça e olhou para o garoto de cabelo preto.

 

Hiiro:”O que foi, velhote?”

Arnold:”Nada que eu posso fazer. Eles estão lotados.”

Hiiro:”hah, vamos dormir fora mesmo estando na cidade…”

 

Hiiro murmurou com os olhos vazios. Sendo honesto, ele esperava dormir em uma cama decente depois de acampar por tanto tempo, mas infelizmente, era um sonho que não podia ser realizado.

Ele disse algo ruim, mas ele curtiu o festival. Eles deveriam ter reservado o quarto antes. Não, podia ser que os quartos já haviam sido reservados, mas ele não teria se arrependido.

 

O gerente da pousada na bancada da frente chamou eles, então os três olharam para ele desanimados.

 

Gerente:”Se eu posso sugerir, porque vocês não dormem na guilda?”

Arnold:”A guilda?”

Gerente:”Sim. A guilda em quartos sobrando para seus funcionários, mas se vocês falarem com eles, talvez eles tenham algo sobrando?!”

 

Assim, a expressão de Arnold melhorou e ele assentiu.

 

Arnold:”Entendo. Em um dia como esses, eles podem realmente nos fornecer um quarto.

Muir:”Estamos indo para lá?”

Arnold:”Sim é nossa última esperança.”

Hiiro:”Espero que não seja em vão.”

Arnold:”Pirralho! Porque você está dizendo isso! Não seja tão pessimista!”

Hiiro:”Vamos logo!”

Arnold:”Me ouça!”

 

Hiiro rapidamente deixou a pousada, e os outros dois o seguiram com pressa.

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.

Notas do Tradutor   [ + ]

1. Aquele que aparece frequentemente nos animes que cai uma bolinha dourada
2. Crianças, lembre-se. Não use drogas como Hiiro fez

View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: