Konjiki no Word Master

Konjiki no Word Master 41: Guerra Interrompida


Eveam agora é Iveam[イヴエアム][1]http://ncode.syosetu.com/n7031bs/41/

 

“Q-Que poder mágico tremendo é esse!? É-É o Rei dos Demônios!?”

 

Do lado dos Gabranth, testemunhando as ações de Iveam e Aquinas, Leglos julgou que era certamente obra do Rei dos Demônios.

 

Leglos:”Sim. Essa quantidade de poder mágico, tenho certeza.”

 

Enfrentando tal poder extremo que supera o seu próprio, até Lenion estava cerrando os dentes. Suas mãos começaram a suar.

 

Yuhito:”Nyohohohoho! Isso é bastante ruim!”

Lenion:”O que foi, Yuhito? Porque eles vão atirar nesta direção?”

 

Após Lenion perguntar, Yuhito nega com o dedo.

 

Yuhito:“Non non. Se esse fosse o caso, eles estariam mais perto para nos aniquilar. Mas eles pararam no meio da ponte.”

Leowald:”Não me diga que…”

 

O rei Leowald engoliu seco quando Yuhito confirmou o que ele queria dizer.

 

Yuhito:”Sim. Temo que eles…”

 

 

 

Marione:”Usar uma magia tão grande…. Não pode ser!? N-não, mas…”

 

Do lado dos Evila, o primeiro a perceber foi Marione. Mesmo que ele chegou a esta conclusão, ele ainda sim não podia acreditar.

 

 Marione:”E  Pensar que vossa majestade faria algo assim…”

 

Entre os soldados, haviam esses que ficaram impressionados com o grande poder mágico. Eles não entendiam o que iria acontecer mas eles estavam profundamente movidos ao testemunhar o poder de quem era suposto eles protegerem.

 

Entretanto, Marione esta preocupado. Se esses dois pensavam em fazer o que ele acha, então ele deve parar os dois.

Entretanto, não havia mais tempo. Os soldados perguntaram a Marione o que eles planejavam fazer.

 

Marione:Eles vão…”


 

Hiiro:”Eles precisam quebrar a ponte.”

 

Hiiro deu uma resposta a questão de Rarashik. Todos exceto ela, entretanto, estavam de poker face [2]Lá diz Blank Face, porém não consigo pensar em algo correspondente em português.

 

Rarashik:”Oh, e por qual razão?”

Hiiro:”Se eles quebrarem a ponte como você disse, não iria parar a guerra, mas a adiaria.”

Arnold:”O que você quer dizer com isso?”

 

Arnold perguntou franzindo sua sobrancelha.

 

Hiiro:”Não é isso? Essa ponte é a única coisa que conecta os dois continentes, certo?”

Arnold & Muir:”….Ah!”

 

Tanto Arnold quanto Muir pareciam entender o que ele disse.

 

Arnold: “Entendi. Destruir a ponte iria conter o avanço das tropas.”

Muir:”S-sim, e se tudo correr bem, então como a Senhora Mestra disse, ambos os lados não irão se machucar.

 

Então, Rarashik começou a aplaudir.

 

Rarashik:”Parabéns, você é um garoto esperto.”

Hiiro:”Hmmph.”

 

 

Hiiro não encarou como um comprimento, e sim que estava sendo subestimado pela pequena garota.

 

Arnold:”Não, espere…. Não há mérito em fazer isso…”

 

Arnold murmurou enquanto cruzava seus braços. Com isso, Muir perguntou.

 

Muir:”O que você quer dizer?”

Arnold:”Porque, eles estão em guerra. Especialmente porque foi o lado dos Gabranth que começou. E não é como se eles fossem perder. Há rumores que os Evila estavam planejando guerra também. Além disso, eles avançaram várias vezes na ponte, então é conveniente aos Evilas. Ainda mais que foram os Gabranth que começaram. Porque eles iriam destruir a ponte? Já que eles são fortes também.”

Muir:”Ah, você está certo.”

Arnold:”Como eu disse. Teoricamente é possível. Mas não há mérito, e dificilmente alguém conseguiria destruir uma ponte deste tamanho… e se houver alguém que pode, ele teria de usar quase todo seu poder, apesar de ser teoricamente possível ninguém faria isso a beira da guerra.”

 

A ponte Gedult, foi destruída no passado por monstros, e foi reformada de forma que isso não ocorresse novamente.

Pode ser possível causar um pouco de dano, mas algo como completamente destruir seria muito difícil e não havia razões para isso, então a única metodologia de fazer este feito ainda tinha de ser apresentada.

 

Rarashik:”Bem, se os Evila tem uma razão para não lutar e há algum mérito que contraponha o demérito de perder a ponte, então eles farão isso.”

Arnold:”Mesmo assim… Essa guerra não pode ser parada no fim das contas…”

 

Arnold murmura, e Muir olha para baixo.

 

Rarashik:”Se somente um acontecimento milagroso ocorresse…. Mas, o mundo não é um lugar tão fácil assim.”

 

Ouvindo as palavras filosóficas de Rarashik, Arnold e Muir ficaram mais deprimidos, mas Hiiro estava pensando algo diferente.

 

Hiiro:”Os evilas definitivamente tem uma razão de não terem atacado mesmo sendo tão fortes. E se essa razão for… não pode ser…”

 

Se a razão fosse relacionada com evitar a guerra, não necessariamente significava que algo podia acontecer nesta guerra. Mas esta era a conjectura de Hiiro, e a resposta viria em breve.

 

Se essa guerra tomará grande escala, ou não… a resposta em breve virá.

 


 

 

Iveam:”Vamos lá! Aquinas!”

 

Iveam, que estava construindo o círculo mágico, continua a introduzir magia através de seu pequeno braço esquerdo.

 

Aquinas:”Ok”

 

Seguida por Aquinas, que estava introduzindo mágica em igual quantidade. A massa negra que apareceu cresceu em tamanho, preenchendo o espaço entre os círculos.

 

Iveam:”Agora, Aquinas!”

 

Seu grito agiu como um gatilho, a massa preta que estava amarrada envolveu os círculos como se cobrisse eles.

 

“Desapareça nas trevas! {Cosmo End}!”[3] Cosmo final, fim do cosmo. Depois vejo o original em japonês.

 

RUMBLE RUMBLE RUMBLE RUMBLE!

 

A massa preta foi atirada a uma velocidade tremenda e foi direto para a ponte.

Isso ocorreu em um instante. Sim, em um instante.

Os monstros que eram supostos estarem em cima da ponte foram sugados pela massa…

A massa tocou a ponte e instantaneamente envolveu todos os seus 30km.

 

Alguns segundos depois, a grande ponte Geldult desapareceu completamente. Era como se a ponte nunca estivesse lá…

O tempo repentinamente limpou-se. Quase não houve casualidades em ambos os lados. Somente o caminho que  conectava os dois países desapareceu.

 

Iveam:”Uh…”

 

As asas de Iveam desapareceram e ela caiu em direção ao mar. Aquinas rapidamente apareceu e a capturou.

 

Iveam:”Eu…. Eu acho que usei muito sangue….”

Aquinas:”…”

 

Sua face parecia pálida, mas ela sentiu-se feliz pois finalmente conseguiu fazer o que ela queria, Aquinas deixou o local.

 

Whooooooosh!

 

Aquinas:”!?”

 

Algo foi disparado em direção a eles vindo dos Gabranth. Aquinas instantaneamente desviou. Parecia uma lança, mas surpreendentemente era uma lança.

 

Aquinas:”Se tem alguém que pode jogar uma lança até aqui, esse alguém é…”

 

Pensando nisso, Aquinas focou seus olhos em um certo Gabranth. Onde ele estava agora era 15km de onde os Gabranth se encontravam.

 

Era necessário muita força para isso. Aquinas determinou que se a lança tivesse acertado seu alvo, ela ia levar muito dano. Havia somente uma pessoa capaz de fazer tal alto.

 

Aquinas:”… O rei das Feras, huh.”

 


 

 

Leowald:”Merda! Ele desviou!”

 

Leowald disse com uma face contorcida em raiva.

 

Leowald:”Como você ousa…. como ousa evila!”

 

Leowald gritou ao céu. Eles juntaram todas as suas forças para essa guerra. Eles formularam um plano e determinaram que iriam aniquilar os evilas desta vez, e decidiram ir a guerra.

 

Fora isso, seus inimigos deixaram o local antes da luta começar. Eles nem mesmo pensaram que isso podia ocorrer.

 

Leglos:”Se é assim, podemos achar que eles estavam sendo sinceros com o tratado de paz.”

 

Lenion respondeu Leglos.

 

Lenion:”Mesmo que eu ainda ache que é uma armadilha. Eles realmente estão querendo paz? Não tem como.”

 

Não era somente os Humas. Os Evila também enviaram um tratado de paz para os Gabranth. Claro que ninguém levou a sério e o que com o que aconteceu hoje, eles consideraram a intenção do tratado.

 

Leowald;”Seus merdas! Lutem! Escória Evila!”

 

Todos assistiam Leowald gritar com ressentimento, ele estava fora de si.

 

Leglos:”De qualquer forma, devemos discutir o que fazer de agora em diante. Devemos parar nosso pai, Lenion.”

Lenion:”Tsk. Que saco.”

 

Os dois foram parar seu pai que estava descontando sua raiva nas rochas próximas.[4]Pobres rochas Depois de ver o que Iveam e Aquinas desaparecerem no céu, Yuhito sorriu.

 

Yuhito:”Nyohohoho! E pensar que acabaria assim. Parece que eu preciso terminar ‘aquilo’ rápido. Nyohohoho!”

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.

Notas do Tradutor   [ + ]

1. http://ncode.syosetu.com/n7031bs/41/
2. Lá diz Blank Face, porém não consigo pensar em algo correspondente em português.
3. Cosmo final, fim do cosmo. Depois vejo o original em japonês.
4. Pobres rochas

View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: