Konjiki no Word Master

Konjiki no Word Master 80 : Os Heróis um Mês Depois


3/4

Demorei porque odeio traduzir capítulos dos heróis. Parece filler :v


 
Na cidade capital Victorias, o festival celebrando o nascimento do rei Rudolf van Strauss Arclaim e sua filha, Lilith, havia começado. Coincidentemente, os dois nascerão no mesmo dia do mesmo mês.

Apesar de ser um festival, não era um evento grande o suficiente para ocorrer na nação inteira. Mesmo sendo chamado de festival do nascimento, na realidade era uma festa de aniversário que ocorria no castelo. Entretanto, quem participava desta celebração eram pessoas muito importantes.

Cláro, a realeza inclusa. A lista de convidados estendia de famosos escritores e músicos, pintores e chefes, e até aventureiros famosos. Todos que participavam eram nomes bem conhecidos pelo país.

Taishi:”Parabéns Lilith!”

Quem chamou Lilith que obviamente estava exausta de receber convidados era um dos heróis conjurados do outro mundo. Um deles que carregava o destino do mundo em seus ombros, Taishi Aoyama.

Lilith:”Ah, Taishi-sama!”

Lilith orgulhosamente correu em direção a Taishi fazendo um sorriso florecer, sua fadiga parecia mentira. Apesar dela não usar maquiagem normalmente, como esta era uma ocasião importante, sem mencionar que ela era o motivo da celebração, ela aplicou neste dia.

A maquiagem de Lilith era muito natural e estava muito bem feita. Taishi pensou que ela sempre era linda mas ela estava mais brilhante hoje, e ele teve seu ar roubado.

Taishi:(Uu… Linda!)

Vendo o sorriso de Lilith enquanto ela corria em direção a ele como um filhote, Taishi teve o enorme desejo de abraçar-la. Entretanto ele não poderia fazer isto. Ele sabia que se ele fizesse, as garotas próximas a ele iriam esquartejá-lo.

*dosu*

Taishi:”Gufu!”

Ele repentinamente sentiu um impacto em sua nuca.

Taishi:”Porque isto, Chika…”

Esta garota, como ele, era também uma heroína que foi conjurada, Chika Suzumiya. Ela tinha um cabelo marrom, uma pele linda, e um corpo esbelto. Além disso, o vestido que ela estava usando na ocasião tinha um corte que lembrava um Qipao.[1]Vestido chinês (estava vestido chinês mas eu coloquei Qipao pq sim. Lide com isso.

Chika:”Por razão nenhuma~ é que você estava olhando para Lilith com uma cara pervertida então eu vim só lhe avisar.”
Taishi:”O que você quer dizer com avisar? Isso é violência. Em primeiro lugar, eu não estava olhando para ela como um pervertido…”
Chika:”Você não estava olhando pra ela?”
Taishi:”É que…”

Olhando para o vestido rosa de Lilith, que levemente mostrava os seios, a face de Taishi tornou-se vermelha, respondendo enquanto desviava o olhar. Percebendo que ele estava olhando, Chika espetou os olhos dele com os dedos.

Taishi:”Gyaa!?”
Lilith:”Taishi-sama!?”
Chika:”F-Fun! Ele recebeu o que merecia!”

Lilith nervosamente tentava ajudar Taishi que estava causando uma comoção enquanto tampava seus olhos.

Haviam duas pessoas que estavam observando os três de um local diferente. Essas duas também eram heroínas que foram conjuradas. A que estava vestindo um vestido amarelo, que não escondia seus seios volumptuosos, era Shuri Minamoto. A outra, vestindo um vestido azul profundo estava segurando um prato cheio de comida, esta era Shinobu Akamori.

Shinobu:”Nyahahaha, Taishi-chi se ferrou~”

Ela falava enquanto trazia comida a sua boca como se ela nem conhecesse as pessoas em questão.

Shuri:”Uun, mas Taishi-kun é culpado.”
Shinobu:”Você acha? Bem, eu acho que tentar capturar o Taishi-chi vai ser bem difícil.”
Shuri:”Verdade.”
Shinobu:”Hmm… Você tem certeza que não vai lá, Shuri-chi?”
Shuri:”Eh? E-Eu? N-Não, Eu…”

Shuri olhava para os outros três enquanto falava. Parece que Taishi ainda estava cercado pelas duas enquanto ouvia algo.

Shuri:”Eu não tenho coragem de me juntar a eles…”
Shinobu:”Entendo. Você precisa de um poder muito sério para entrar lá”

Shinobu entendia que era impossível para a quieta Shuri entrar em um espetáculo caótico. Shuri, claro, tinha sentimentos em relação a Taishi. Entretanto ela não podia agir de forma assertiva como Chika ou Lilith. Ao invés disso, se lhe perguntassem se ela gosta do Taishi a ponto de lutar com suas amigas, ela não sabia o que iria responder.

Como se entendesse o que passava-se pela cabeça dela, Shinobu sorriu e deu uma leve gargalhada.

Shinobu:”É muito divertido observar, pessoas apaixonadas”
Shuri:”Eh? Você disse algo?”
Shinobu:”Não. Nada não.”

Então, parecendo ter finalizado sua conversa, os três caminharam em direção a Shuri e Shinobu. Taishi tinha uma expressão cansada.

Shinobu:”Bom trabalho Taishi-chi!”
Taishi:”Se você estava vendo tudo, então me ajude um pouco…”
Shinobu:”Não mesmo! Estava tão interessante, porque eu deveria parar?”
Taishi:”Você deveria…”

Quando ela viu os ombros de Taishi se cansarem, Shinobu sorriu. Assim que ela fez isto, alguém esbarrou em Taishi.

Taishi:”Owa!”

Taishi que foi para frente, desesperadamente tentou recuperar o equilíbrio. Entretanto, como quem esbarrou nele parecia ter derrubado algo, eles caíram de joelhos enquanto encaravam o chão.

???”M-me desculpe! Isso foi causado pelo meu descuido!”

Enquanto ele conversava, continuava sua busca.

Taishi:”Eh? Ah, sem problemas… mas aconteceu algo?”

Taishi disse isso enquanto olhava para a pessoa que desesperadamente estava procurando algo. O indivíduo era do sexo masculino e vestia um terno.

Shinobu:”O que foi?”

Shinobu também levantou a questão.

???:”Eh. Parece que eu derrubei meus óculos, eu não consigo enchergar nada.”
Chika:”Ah, por um acaso são estes?”

Assim que Chika encontrou ele, ela o entregou para a pessoa. O tal indivíduo começou a se curvar educadamente várias vezes.

???:”Eu devo oferecer a você minhas sinceras desculpas. Mesmo sendo eu que esbarrei em você, muito obrigado.”
Taishi:”Não, não. Nós devemos ajudar os outros em tempos de necessidade.”

Enquanto Taishi dizia isto, ele começou a observar o indivíduo. Cabelo azul que ia até os ombros. Suas franjas eram consideradas longas, e completamente cobriam seus olhos, ao ponto de não poderem ser vistos. Apesar dele usar um grande, óculos redondo. sua idade não era muito diferente deles.

???:”Iya~. Você realmente me ajudou. Você está bem?”

O jovem rapaz coçou sua cabeça. Então novamente abaixou sua cabeça. Ele tinha perguntado se Taishi sofreu algum machucado durante a queda.

Taishi:”Não, está tudo bem.”
???:”Isso é um alívio.”
Lilith:”Ano…”

Quem se inseriu entre o diálogo dos dois era Lilith.

Taishi:”O que foi Lilith?”
Lilith:”Não, ano[2]tipo um hey, pra chamar a atenção do ouvinte… você é por um acaso, Nazaar-san?”

Ao ouvir as palavras de Lilith, Chika levantou suas sombrancelhas.

Taishi:”Alguém que você conhece?”

Ao ouvir a pergunta de Taishi, Lilith respondeu.

Lilith:”Não. Eu somente conheco esta pessoa pois eu ouvi falar dele, então…”
Shinobu:”Uma celebridade?”

Assim que Shinobu perguntou, Lilith assentiu.

Lilith:”Sim. Não é este o caso, Nazaar-san?”

Em seguida, o jovem homem que estava em silêncio até agora sorriu.

Nazaar:”Iya~ como eu normalmente não frequento lugares como este, eu não achei que alguém iria me reconhecer.”

Ele coçou a cabeça e disse.

Nazaar:”Sim. Eu sou Nazaar. Nazzar Skride. Prazer em conhecer-los.”

Enquanto dizia isto, Nazaar estendeu sua mão, oferecendo um aperto de mão. Lilith respondeu comprimentando com ambas as mãos.

Lilith:”É uma honra poder conhecer-lo.”
Taishi:”Hey, Lilith. Poderia nos apresentar?”
Lilith:”Ah, me desculpe. Eto, essa pessoa é Nazaar Skride-san. Ele é considerado um dos artistas mais famosos.”
Nazaar:”Não, não. Você diz famoso, mas… eu não acho que é assim!”
Lilith:”Por um acaso você foi convidado por meu pai por minha causa?”
Nazaar:”Sim. Bem, eu recebi um convite antes, mas eu não pude vir porque estava ocupado.”
Lilith:”É mesmo?”
Nazaar:”Ah, eu esqueci. Parabéns.”

Enquanto dizia isso, ele inclinou sua cabeça. Ao ver isto, Lilith emitiu um sorriso orgulhoso.

Lilith:”Muito obrigada por me parabenizar. Por favor, divirta-se durante esta noite.”

Como-se tivesse trocado para o modo princesa, ela educadamente produziu uma sequência de palavras.

Nazaar:”Apesar de eu realmente querer, eu tenho um trabalho a ser terminado”
Lilith:”Então você já está indo?”
Nazaar:”Infelizmente sim.”
Lilith:”Entendi… não, eu estou realmente grata que você pode nos visitar. Eu acredito que o caminho de volta a sua casa tornou-se escuro. Tome cuidado.”
Nazaar:”Haha, obrigado. Então-“

Dizendo isto, Nazaar partiu a passos apressados.

Taishi:”Ele realmente é uma celebridade?”
Lilith:”Sim, Taishi-sama. Todos os trabalhos dele são maravilhosamente incríveis. Olhe, este é um dos quadros dele.”

Dizendo isto, ela apontou para um quadro da sala.

O quadro retratava uma deusa sendo cercada por vários anjos. Animais e humanos estavam no fundo. Todos pareciam estar dançando.

Lilith:”É uma pintura do Eden. Meu pai gostou do quadro a primeira vista, ele aparentemente conseguiu ele de um conhecido que não o quis mais.”
Taishi:”Hee~ Esta pintura certamente tem um sentimento caloroso, huh. Como se todos estivessem felizes, ver isto lhe faz sentir o mesmo.”
Lilith:”Sim. Em adição a isto, ele é um indivíduo com multiplos talentos. Ele também escreve livros.”
Taishi:”Sério?”
Lilith:”Quando eu era criança, eu lia um livro ilustrado dele. <<O Presente da Estrela.>> Até hoje, eu tenho o livro.”
Shinobu:”Fala sobre o que?”
Lilith:”É uma estória maravilhosa.”

Após isso, eles ouviram a estória de Lilith.

Em uma noite onde o céu continha muitas estrelas. As estrelas estavam observando vários mundos. Entre eles, havia uma estrela em questão que estava observando um mundo em particular. Neste mundo, moravam muitas pessoas.

Entretanto, o mundo tinha falta de verde, sendo coberto por desertos. Como a comida não crescia bem nestes ambientes, todos tinham que viver com fome. A estrela sentia pena do planeta, e um dia, ela caiu no mundo na aparência de uma pessoa.

Após isso, pelo bem das pessoas que estavam morrendo de fome, ela plantou algo conhecido como <<A Semente da Estrela>>. Então, por uma razão desconhecida, a terra onde a semente foi plantada começou a tornar-se fértil.

Em um piscar de olhos, o deserto tornou-se em um campo verde. Os habitantes deste mundo que viram isto estavam gratos a estrela. Agora eles podiam encher seus estomagos, estavam felizes.

Entretanto, a coisa conhecida como a <<Semente da Estrela>> era também a vida da estrela. Em troca de vida tão abundante, a estrela desistiu da sua.

A gratidão das pessoas fez elas criarem uma estátua da estrela. Após isso, o mundo jurou prosperar, onde todos fariam um mundo maravilhoso sem discriminação.

Shinobu:”Essa estrela era uma boa criança. Não, eu não tenho certeza se ela era uma criança entretanto.”

Apesar que ela caiu no próprio tsukkomi, ela parecia genuinamente impressionada pela história. Ela sentiu seu peito tornar-se caloroso.

Lilith:”Sim, eu amava esta história muito, até hoje eu leio.”
Taishi:”Este livro era de Nazaar, huh.”

Taishi disse em admiração.

Chika:”Bem, se fosse Taishi, até mesmo uma bananeira é impossível.”
Taishi:”O que foi que deu em você Chika?”
Chika:”Mas você… mesmo tentando escolher este vestido…”
Taishi:”Hah? O que você disse?”
Chika:”Nada não! Você é insensível!”
Taishi:”Ita!”

Ao ter seu pé pisoteado, Taishi sentiu a dor.

Taishi:”Porque Chika!?”
Chika:”Eu não ligo mais!”
Taishi:”Eu não faço ideia do que isto significa!”

Vendo os dois, Shinobu tinha seus olhos meio cerrados.

Shinobu:(Não é assim Chika-chi. Comprimentar o vestido de alguém é uma tecnica muito alta. Não tem como Taishi-chi conseguir fazer isto.)

Chika somente queria as impressões de Taishi do vestido dela. Entretanto, não somente ele estava ignorando a aparência dela, como estava enamorado com Lilith. Vendo isto, Chika ficou irritada, ao ponto de se zangar.

Pode ser que simpatizando com Chika, Lilith ficou em silêncio como esperando. Shuri também suspirou como se ela sentisse simpatia por Chika.

Encarando o humor comovente criado pelos heróis estava uma pessoa na sombra de um pilar. Esse indivíduo era ninguém menos que Nazaar.

Nazaar:”Então estes são os heróis, eu pude ver eles com meus próprios olhos finalmente.”

Os óculos de Nazaar brilharam, então ele sentiu o olhar de alguém. Depois de perceber quem estava olhando para ele, ao invés de evitar o olhar, ele retribuiu-o.

Nazaar:”Está tudo bem. Eu não vou fazer nada a não ser que algo aconteça.”

Depois de trocar olhares, parece que o indivíduo entendeu o significado.

Nazaar:”Haha, mesmo não sendo mais quem era antes, ele ainda é medonho. Este Judom-san.

Sim, quem estava fazendo o contato ocular era o mestre da guilda deste país, Judom Lankars. Ele foi também convidado para a celebração.

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.

Notas do Tradutor   [ + ]

1. Vestido chinês (estava vestido chinês mas eu coloquei Qipao pq sim. Lide com isso.
2. tipo um hey, pra chamar a atenção do ouvinte

View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: