Law of The Devil

Law of The Devil 07 – A Gata das Pernas Longas


Estou procurando um editor para trabalhar casualmente (visto que posto casualmente) para corrigir meu português cancerígeno. (Sou de exatas, sorry.)


 

 

 

Todos os homens estavam admirando esta garota. Um bêbado levantou-se e começou a caminhar em sua direção. “Ei Garota…”

 

Antes dele terminar de falar, o guerreiro o nocauteou. As pessoas estavam rindo disto.

 

Os olhos de Duwei estavam preenchidos de curiosidade. Um guerreiro, um arqueiro, esta garota estava cercada por seus companheiros, então ela provavelmente é a líder do bando. Será que é um grupo de aventureiros igual esses mencionados pelos livros?

 

Depois de aprender sobre este mundo, Duwei sabia que existiam vários grupos de aventureiros similares a mercenários. Os grandes grupos possuem centenas de pessoas enquanto os pequenos somente três ou quatro. Monstros frequentemente apareciam nas florestas ao sul do reino. Isso atraiu os grupos a tentar a sorte caçando monstros e trocar a pilhagem por uma recompensa. Alguns governos locais também contratavam esses aventureiros para fazer suas tarefas  como capturar bandidos e coisas desse tipo.

 

Não havia uma guilda de aventureiros apesar de tudo. O reino não permitiria que tal poder existisse.

 

Mas tem um mago nesse grupo! Isto surpreendeu Duwei. Depois de ler muitos livros, ele sabia que magos eram muito escassos. Não só exige talento mas muitos anos de esforço para tornar-se um mago.

 

De acordo com o que ele leu, haviam somente algumas centenas de magos neste reino. Até algumas nobrezas não conseguiam recrutar. Por isso eram pagos muito bem. Esses sem um grande suporte financeiro não podiam recrutar um.

 

Ainda sim, um time como este tem um mago entre eles. Que raridade.

 

O time sentou-se em uma mesa no canto. A taverna começou a falar deles em voz baixa. Especialmente na mesa de Duwei.

 

Os cavaleiros não estavam em seu bom humor depois de serem banidos para este lugar. Depois de algumas rodadas de álcool, suas vozes começaram a ficar mais altas. Não pareciam respeitar Duwei muito também, nisso começaram a falar sem conterem suas palavras.

 

Finalmente, um cavaleiro disse, “Olhe essas pernas, meu deus. Eu nunca vi pernas mais bonitas. Essa gata deve provavelmente custar 100 peças de ouro em um bordel da capital!”

“Que? 100 peças? Você já foi no bordel da capital? A garota mais barata lá custa 300 gold.” O cavaleiro do seu lado refutou.

 

Duwei os observava, pensou por um momento e disse, “Você acha ela bonita? Eu digo que ela é comum, mas essas pernas.”

“…”

Os cavaleiros estavam chocados que seu pequeno mestre, que estava quieto a jornada toda, iria dizer algo assim. Não haviam rumores dizendo que ele era retardado? Era por isso que eles falaram tais coisas sem cuidado.

 

“O que foi? Vocês ainda continuam homens? ” Duwei gargalhou. “Ela é só uma garota e vocês são cavalheiros. Vocês só podem ficar sentados aqui e conversar enquanto são tentados por ela? Eu vou dar 10 gold para quem ousar em se levantar e tentar algo.”

 

Os cavalheiros gargalharam. Mesmo que esse mestre perdeu sua posição, ele parece o tipo deles de pessoa. Um cavalheiro disse, “Mestre, me dê essas moedas então.”

 

Então ele levantou-se e gritou. “Ei garota, que tal se eu lhe pagar um drink?”

 

A garota parecia enfurecida e queria levantar-se. Mas seus companheiros a seguraram e apontaram para Duwei. Eles murmuraram algo para ela. Provavelmente porque viram que Duwei era um nobre e não queriam nenhum problema.

 

Vendo que  não responderam, o cavaleiro preparou-se para dizer algo. Foi ai que Duwei se levantou e assobiou para eles. Então ele levantou o dedo do meio.

 

Os cavaleiros estavam chocados! Quando viram um nobre fazer tal ação vulgar? Especialmente o filho do tão respeitado Conde.

 

Enquanto os cavalheiros estavam perdidos encarando o pequeno mestre. A reação da garota foi mais rápida. Ela jogou um copo em direção a Duwei.
O cavalheiro na frente de Duwei reagiu a tempo e bloqueou o copo com seu braço, mas o conteúdo foi derramado. Um pouco de álcool caiu no braço de Duwei. Os cavalheiros enfurecidos sacaram sua espada. Eles lentamente cercaram o canto da sala. A garota também sacou sua cimitarra e uma luta estava prestes a começar.

 

A taverna estava em um caos. Algumas pessoas fugiram e outras ficaram para ver o que ia acontecer.

 

O guerreiro musculoso pegou seis cavalheiros. Apesar de todo mundo estar estressado, eles se seguraram durante a luta. Especialmente os aventureiros. O mago gritou para eles não fazerem nenhum ferimento crítico. Mas quando o guerreiro acidentalmente recebeu um soco no seu nariz e começou a sangrar, ele empurrou um dos cavalheiros. O cavalheiro foi  jogado em cima da bancada e começou a cuspir sangue. O resto dos cavalheiros começaram a pegar mais pesado. Logo, alguns ferimentos apareceram em seu corpo.

 

O arqueiro estava na pior posição. Arqueiros eram especializados em ataques longos. Em um lugar pequeno como este, seu arco era inútil. Ele só pode sacar sua adaga. Não durou muito tempo para ser nocauteado.

 

A garota vendo que seus companheiros estavam caindo, olhou para Duwei, ela desviou o ataque de um cavalheiro e pulou até Duwei. Mas os cavalheiros eram hábeis em proteger alguém. Um deles jogou uma mesa e derrubou a garota. Então outro cavalheiro acertou sua armadura. Um flash de luz branca repeliu a espada, a armadura obviamente estava encantada.

 

O mago estava se escondendo em um canto, mas quando ele viu que a garota foi atacada, ficou furioso. Ele levantou suas mãos e começou a desenhar símbolos enquanto realizava a ária do feitiço. Então um circulo emitiu de seus dedos.

 

Os cavalheiros de Roland sentiram seus corpos ficarem mais pesados e suas ações ficaram mais lentas. Suas espadas estavam mais pesadas. Não demorou muito para ferimentos surgirem.

 

Duwei viu isto e seus olhos brilharam. Magia de lentidão, era magia real!

 

Os dedos do mago continuaram ondulando, então ele conjurou uma bola de fogo em direção aos cavalheiros. Um deles cortou a bola de fogo no meio, mas as chamas ainda sim acertaram alguns deles. O mago continuou atirando e os cavalheiros estavam em desvantagem.

 

Duwei sentiu que algo não estava certo. O mago conjurou 8 bolas de fogo. Ele não sabia quanta mana um nível um tinha, mas não deveria ser o suficiente para conjurar tantas vezes assim, ele percebeu que o mago quase não recitava nada antes de jogar as bolas de fogo, e sua velocidade era muito alta. Obviamente não era algo que um nível um podia fazer.

 

Duwei lembrou que magos eram ótimos em combates de longa distância e fracos em combate fechado. Ele então pegou uma garrafa e atirou no mago. O mago desviou a garrafa mas Duwei já estava perto dele. Então Duwei lembrou-se que somente tinha treze anos. Não importa quão fraco o mago seja, ele pode pelo menos ganhar de uma criança. Enquanto Duwei estava perdendo a briga, de repente, BANG… o mago foi nocauteado. Mard estava ali em pânico segurando a perna de uma mesa em suas mãos.

 

Sem a ajuda do mago, os cavalheiros finalmente tomaram conta da situação.

 

Duwei encontrou uma cadeira intacta e sentou-se. Ele tinha o controle da situação. Esses eram aventureiros comuns, suas técnicas eram básicas, e nenhum deles sabia qi.

 

Ainda sim eles causaram tal dificuldade para vinte cavalheiros. Que mostravam seu status na família. Lhe cederam os vinte piores cavalheiros.

 

Duwei caminhou em direção a garota e começou a estudar sua armadura. Depois de ler inúmeros livros de magia, ele reconheceu que haviam pelo menos dois encantamentos na armadura, um adicionava agilidade e outro força.

 

Uma armadura com dois encantamentos custava muito até na capital. Como essa garota com pouca habilidade de  combate conseguiu tal armadura?

 

Então ele olhou a cimitarra. Havia uma jóia encravada. Esta parecia um item mágico que armazena mana. E claro que o item mais valioso dela era o arco e as flechas de prata. Prata não é boa para combate fechado mas graças a sua dureza, era um material anti mágica. Ela é conhecida como um dos metais resistentes a magia.

 

Duwei olhou novamente para a garota. Como ela conseguiu tais equipamentos?

“Tire a armadura dela.” Duwei casualmente ordenou. Ele estava pensando em estudar os itens em uma sala. Então o cavalheiro respondeu. “Uh, mestre, se você quer tirar as roupas dela aqui…”

 

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.


View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: