Law of The Devil

Law of The Devil 14 – O Tesouro na Sala de Estudos


Neste velho castelo durante a noite, e nesta sala de estudos cheia de itens antigos, Duwei permaneceu ali a luz de velas silenciosamente, encarando o retrato na parede. Uma pessoa e um retrato permaneceram em um momento de silêncio. O retrato não respondeu.

 

Duwei franziu, “Você não vai me responder?”

 

A face continua olhando seus olhos.

Duwei sorriu maliciosamente. Ele empurrou uma escada, subiu a prateleira e tentou tirar o retrato. O retrato demonstrou uma face de pânico.

 

“Huuu~~!” Duwei exalou e tirou o retrato da parede. Obviamente algo tão pesado era difícil para um jovem segurar. Mas para sua surpresa, não havia nada atrás do retrato. Não havia nenhum truque ou alguém se escondendo atrás do retrato que o estava encarando. Era o retrato mesmo!

 

Duwei ficou mais sério. Ele desceu a escada com o retrato em mãos. A face do retrato mostrava uma expressão preocupada.

 

“O que exatamente é você? Uma pintura que tornou-se viva?”

 

Estes olhos desviavam o olhar.

 

“Este é o retrato de um ancestral da família Roland… Você não seria o ancestral voltando a vida?” Duwei gargalhou e então negou com sua cabeça, “Não, não é isso. O ancestral morreu duzentos anos atrás e este retrato foi pintado após ele morrer. Então minha questão permanece,  o que é você?”

 

Não houve resposta.

 

A face de Duwei tornou-se sombria, “Oh então você não quer dizer? Não se arrependa.” Ele apontou para as velas. “Se você não falar eu vou queimar você. Então, ainda quer me desafiar?”

 

Dizendo isto, ele se virou para pegar uma vela, então lentamente se aproximou da pintura. Medo e ansiedade se revelavam na face que parecia estar pedindo misericórdia. Quando a vela quase tocou o quadro, Duwei a afastou e assentiu. “Parece que você não pode falar, você pode falar?”

 

O retrato negou.

 

“Então o que é você?” Os olhos de Duwei estavam brilhando! Um retrato falante![1]Sim estava escrito assim mesmo sabendo que ele não fala Seria este um produto da magia?

 

O retrato não podia responder suas questões. Depois de escapar do perigo, a face demonstrou sinais de alívio, após tornou a olhar para Duwei com interesse.

 

Duwei tentou perguntar outras coisas, mas a comunicação era complicada. Esta face mal podia assentir ou balançar sua cabeça em negação. Após um tempo, ele não conseguiu extrair nada do retrato. Assim, ambos ficaram se encarando.

 

Então neste momento, um relógio pendurado na parede tocou. Era exatamente meia noite. Uma luz brilhou dos olhos do retrato e Duwei ouviu um leve suspiro. Mesmo achando elusiva, ele podia dizer que era um suspiro de uma pessoa.

 

“Ouça! Uma foi conjurada em mim, eu só posso falar brevemente quando a meia noite surge. Quando o relógio parar de tocar, não vou poder falar novamente. Então direi somente uma vez. Existe um quarto escondido nesta sala, e alguns tesouros nela. Eu posso lhe ajudar a conseguir os tesouros mas você tem que me ajudar. Um desses tesouros pode remover a magia conjurada em mim.”

 

Os olhos de Duwei se arregalaram, encarando o retrato, “É você que está falando comigo?”

 

“Sim. Não tenho tempo para explicar.” O retrato falou mais rapidamente. “Comece com o terceiro retrato na parede. Vai haver direções. Siga elas então se, você não for idiota, você vai encontrar…”

 

DONG

 

Meia noite passou junto com a ultima badalada do relógio. A luz nos olhos do retrato sumiram junto com sua voz. Duwei olhou para o retrato novamente, e a face retornou a ação, pedindo por ajuda.

 

“Então uma magia foi conjurada em você? E tem uma sala secreta com um tesouro que pode remover ela. Certo?”

 

A face assentiu, com uma expressão de desejo.

 

“Ok então, o que eu ganho com isso? Porque eu deveria te ajudar?”

 

A expressão da face mudou. Ele queria dizer algo mas nenhuma palavra saiu.

 

“Tanto faz, eu estou um pouco interessado. Interprete isto como satisfazendo minha curiosidade.” Então Duwei subiu novamente na escada e inspecionou o terceiro retrato. Também era um retrato de ancestral da família. Ele estava vestido com um uniforme de marinheiro e uma face séria olhando diretamente para um lugar na sala. Duwei verificou todos os lugares sem encontrar nada, ele até olhou atrás da pintura.

 

Ele pensou por um momento então pacientemente começou a verificar todos os detalhes novamente. Ele fez isso três vezes até perceber o olhar do retrato. Ele seguiu a direção dos olhos do retrato. Eles estavam olhando uma espada pendurada na parede.

 

Duwei empurrou a escada para o outro lado da sala. Era fisicamente estressante para um garoto mas sua curiosidade estava o guiando.

 

Depois de inspecionar a espada, ele percebeu que ela estava apontando para a estante do lado. Então ele finalmente encontrou! Havia alguns traços estranhos na estante. Depois de sentir por um tempo, ele percebeu que eram palavras. Estas palavras estavam escritas de forma espelhada. Se alguém não tocasse a área acidentalmente, e cuidadosamente inspecionasse o que estava cravado ali, provavelmente assumiria que é uma decoração normal.

 

Ele cuidadosamente leu as palavras. “A resposta se encontra no céu a noite, a cabaça[2]Pesquisa antes de pensar besteira  é a resposta para seguir em frente.”

 

O que é isso? Uma charada? Duwei suspirou e desceu da escada. Ele sentou no piso pensando na charada.

 

“O céu a noite… a cabaça…”

 

Finalmente, ele se levantou com luz em sua face. O que há no céu a noite? Estrelas! E a cabaça? Deve estar se referindo ao asterismo Big Dipper.[3]Ou caçarola em português, é o asterismo da Ursa Maior.

 

Depois de pensar um pouco, Duwei começou a pesquisar nas prateleiras por livros sobre estrelas. Deve haver um livro sobre astronomia. Através do catálogo, ele descobriu onde o livro estava localizado e começou a procurar.

 

Então havia um livro em especial que era especialmente pesado. Este livro era feito de metal! Quando ele puxou dá prateleira, um estalo veio da parede. No fim, a estante toda começou a rotacionar sozinha e revelou uma entrada escura.

 

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.

Notas do Tradutor   [ + ]

1. Sim estava escrito assim mesmo sabendo que ele não fala
2. Pesquisa antes de pensar besteira
3. Ou caçarola em português, é o asterismo da Ursa Maior.

View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: