Law of The Devil

Law of The Devil 17 – Trezentas Moedas de Ouro


Durante a alvorada, o velho mordomo pessoalmente chegou a sala de estudos com o café da manhã. Enquanto ele abria a porta, ele encontrou o jovem mestre da família diante a uma escada de livros, maravilhado por um grosso trabalho de astrologia em mãos.

 

Aparentemente o pequeno mestre não dormiu, e parecia um pouco cansado, mas seu espírito estava vívido. ele só parecia um pouco sujo… Não me diga que ele ficou olhando estes livros empoeirados a noite toda?

Ele também removeu uma adaga da parede e colocou na mesa… Oh, esta era uma antiguidade ancestral.

 

O velho mordomo suspirou, imediatamente chamando pessoas para o mestre.

 

Duwei esticou-se depois de comer o café da manhã: “Você encontrou um lugar para as pessoas que vieram comigo da capital?”

 

“Claro, eles estão no fundo do castelo. Seus guardas se juntaram ao regime do castelo, de acordo com a administração da família… Perdoe minha presunção, respeitado jovem mestre, parece que você recrutou um cavaleiro no caminho, e uma cavaleira ainda por cima. Originalmente eu queria arranjar um lugar para ela no castelo, mas ela recusou… E você também trouxe um prisioneiro. eu não sei como o cativo ofendeu você, então eu arranjei uma cela no calabouço. Na ultima noite a cavaleira permaneceu na sala do calabouço.”

 

“Muito bem.” Duwei exalou:”Tem algo que eu deva fazer durante o dia… Continuar lendo estes registros? Eu acho que para terminar eles devo levar uns três ou quatro dias.. são muito chatos. Hill, eu tenho que encontrar algo para fazer.”

 

“Três ou quatro dias? Seria bom demais se fizer em dez.

 

O mordomo rapidamente engoliu suas palavras e manteve sua face: “Sim, você é o mestre aqui. Todos no castelo são seus servos. Você é a lei. Quanto as contas, não há necessidade de termina-las imediatamente. São as contas dos últimos anos de qualquer forma. Eu acho que você pode fazer isto depois, seria mais efetivo escolher vários lugares no território do clã para inspecionar.”

 

Duwei sorriu, levantou as sobrancelhas: Uma boa sugestão, Hill, esta é uma boa sugestão! Oque fazer hoje? Existe, alguma agenda?”

 

“Eh… aqui, entenda, é um pouco menos atarefado que a cidade imperial. Mesmo a cidade mais próxima requere um dia cavalgando. Não há atividades particulares para passar o tempo aqui no castelo, mas os arredores são bons, se você estiver interessado, você pode cavalgar, ou levar seus cavaleiros para caçar na floresta. Não existem muitas presas nesta temporada, mas sair é uma opção.”

 

Duwei assentiu e bebeu seu chá preto, quando abruptamente sua mente lembrou: “O cativo que eu trouxe… Será que haveria algum problema se eu…”

 

“A autoridade nos territórios? Meu deus… Jovem mestre, aqui é as planícies Roland! O território todo pertence aos Roland! Enquanto você não rebelar contra o empério, os desejos da família são leis aqui! No presente, você é autoridade no castelo.”

 

“Bom.” Duwei levantou-se, uma camareira ao lado veio com um longo manto e o cobriu. Duwei olhou para a peça de roupa feita de pele de um animal desconhecido e disse: “Está quente hoje, não há necessidade… Oh, Hill, eu quero duas pessoas ao meu lado, eu gostaria de usar pessoas conhecidas… deixe Marde cuidar disto, eu gosto da companhia dele. Quanto aos outros, você disse que vinte cavaleiros foram para a guarda do castelo? Eu vou encontrar eles hoje e inspecionar os soldados enquanto estiver lá. Eh… uma única coisa, como criança eu fui instruído por um renomado astrólogo, senhor Lochart, sob sua tutela eu ganhei interesse em astrologia. Eu gostaria de usar a sala no topo da torre branca.”

 

“Torre branca… A sala do topo…” A boca do mordomo abriu, sua expressão era difícil: “J-Jovem mestre, temo que você não sabe que existe uma proibição no clã, além do chefe, ninguém pode subir a torre.”

 

“Eh?” Os olhos de Duwei brilharam: “Sério?”

 

Ele não se sentiu rejeitado, do contrário, estava excitado… Sim, se há uma proibição então deve ter algo de Saimei lá? Talvez ele poderia descobrir algo. Quanto a não ser permitido, não era só entrar escondido?

 

“Bom. Eu gostaria de conseguir algumas coisas.” Duwei pegou uma pena de escrever da mesa, e listou itens em um pedaço de papel.

 

São coisas que ele achou necessário para estudar astrologia. Pesquisar as estrelas necessitava pelo menos de um telescópio certo? Mas algo assim não existia neste mundo, então ele teria que construir um.

 

Este mundo tem coisas como vidro, e a manipulação dele é de alto nível de maestria. Com um pouco de pesquisa, ele poderia fazer um telescópio.

 

Atualmente… Neste mundo não há muita utilidade para o telescópio, já que é usado principalmente no exército. Mas este mundo tem mágica! Magos possuem a magia do olho de águia que era melhor que binóculos.

 

Ai, magia, magia! Parece que ele teria que aprender mágica.

 

Pensando sobre isso, Duwei imediatamente parou: “Eu devo provavelmente levar um bom tempo para visitar meu prisioneiro no calabouço hoje.”

 

Duwei deixou a sala e o mordomo seguiu suas instruções, chamando Marde.

 

Este ex cocheiro se deprimiu. Depois de tudo, ele teve o prazer de comandar vinte cavaleiros. Mas no castelo estes cavaleiros imediatamente se juntaram a guarda do castelo, permanecendo nas barracas fora do castelo a esquerda, e o valete se tornou imediatamente um comandante sem exército. Um chefe sem alguém para comandar.

 

O velho mordomo parecia ter uma grande autoridade no castelo. Após uma longa noite no seu quarto, Marde se preocupou com seu futuro… o pequeno mestre não me deixou esperar por ele na ultima noite, ele não iria me esquecer, certo?

 

Então, quando Marde ouviu as ordens de Duwei mais cedo ele imediatamente correu, sua pressa fez o pontual Hill sentir desapontamento, mas Marde não ligava. Correndo no hall do castelo, assim que viu Duwei e andou junto a ele, desejava abraçar seu pequeno mestre.

 

“Eh, milorde, eu sou seu fiel servo Marde. Você possui alguma instrução?”

 

Duwei olhou para Marde. Neste lugar, somente ele era digno de confiança. Outros… Sim, aquela Rolynn talvez pode ser confiável.

 

Duwei não se preocupou em imediatamente ver o mago, sua primeira ordem foi: De agora em diante, sem sua ordem, ninguém entra na sala de estudos.

 

O mordomo concordou com a estranha ordem.

 

Depois de ir para os quartéis onde as pessoas que ele trouxe estavam, Duwei viu que haviam trezentos homens da guarda privada onde cem eram da cavalaria, vinte formavam um esquadrão, que tomavam turnos para patrulhar o castelo todo dia. Os vinte cavaleiros que Duwei trouxe formaram um sexto esquadrão, e tendo trocado seus equipamentos nos quartéis eles receberam Duwei calorosamente.

 

Duwei falou com Marde no caminho, e Marde imediatamente deu um passo adiante, selecionando seis cavaleiros como os guardas privados de Duwei. Marde havia observado os seis na jornada e considerou estes leais. Estes seis cavaleiros trocaram sua armadura por um equipamento leve sem objeções, e deixaram os quartéis montados em cavalos.

 

Seus colegas os olhavam com expressões de inveja… Ai, talvez se eles estivessem ao lado do mestre, iriam conseguir favores deste e ter uma chance de promoção

 

Pelo menos aqui Duwei era a autoridade, e este tipo de vida nobre era envigorante. Enquanto deixava o local, um servo imediatamente trouxe um cavalo dócil, sua cela possuía excelente qualidade. Foi lhe dito que o cavalo foi escolhido pessoalmente por Marde. Este ex cocheiro ainda possuía olhos bons para cavalos.

 

Pela manhã Duwei trouxe seus seis atendentes para duas voltas na floresta, finalmente ele escolheu um lugar.

 

Na divisa da floresta havia um ribeiro, um afluente do afluente do rio Roland. A corrente era gentil e, ao inspecionar os arredores, não haviam grandes animais. Duwei imediatamente decidiu construir uma casa de madeira ali.

 

Este seria seu primeiro laboratório mágico — mesmo que ele não fosse um mago ainda e não possuísse talento para aprender magia, ele não estava preocupado. Sempre há um jeito. Depois de marcar o local, Duwei novamente começou a observar os arredores.

 

Na mesma manhã, além de visitar a floresta, ele foi falar com alguns servos do castelo. E a primeira pessoa que ele consultou foi o jardineiro! Depois disto, o jovem mestre desenrolou uma lista de itens de estranhas flores e plantas para o jardineiro preparar. Esta lista rapidamente caiu em mãos de Hill, que imediatamente seguiu as instruções sem dizer nada.

 

Durante o crepúsculo Duwei finalmente foi visitar seu cativo.

 

Após dois dias de tormento, o mago demonstrava sofrimento. Logo pode ser que ele se renda? Duwei com confiança trouxe suas pessoas para o castelo, mas Hill o encontrou.

 

“Jovem mestre, se tratando destas listas que você nos forneceu hoje, eu despachei pessoas para arranjar os itens.”

 

“Tão rápido?”

 

“Claro, este é o território dos Roland, seus desejos são nossos comandos. depois que recebi as listas eu imediatamente despachei cavalos rápidos para procurar pelos itens nas cidades vizinhas, os itens estão sendo entregues enquanto falamos, mas temos um pequeno problema…”

 

“O quê?”

 

“Temo que você possa não ter dinheiro suficiente.”

 

“Dinheiro?”

 

“É assim.” O mordomo estava calmo, uma expressão calma com voz calma, mas Duwei ficou irritado com esta expressão. Ele sentiu que o mordomo estava escondendo sua verdadeira face. “Jovem mestre, você não alcançou a maioridade, assim o chefe do clã lhe forneceu uma provisão, além de suas despesas diárias, todo mês você pode obter trezentas moedas de ouro do clã para suas próprias despesas. Somente trezentas moedas todo mês, esta é  a quantia que você pode usar. Mas se você exceder isto, o valor será deduzido do valor do próximo mês.”

 

Dinheiro? Duwei não esperava que, seu problema seria com dinheiro.

 

O velho mordomo rapidamente pegou seu monóculo e colocou em seu olho esquerdo, então pegando as listas que Duwei forneceu hoje: “Quatro peças de cristal de alta qualidade, vinte espelhos de vidro, uma fornalha, metade de um carrinho em carvão. Com o jardineiro você ordenou sementes da flor dourada, um conjunto de sementes de Orquídea flecha, e um pote de polens da Jarohei rugosa… Além de instrumentos de um florista de alta qualidade.

 

O mordomo rapidamente disse: “Comprar estes itens vai lhe custar aproximadamente quatrocentas moedas. Em outras palavras, você não somente usou todo seu limite deste mês, mas pegou dinheiro do próximo… Então, eu ouvi que você planeja construir uma casa na floresta, eu fiz os cálculos e você planeja construir uma casa de dois andares simples, o que irá utilizar a quantia de mais trezentas moedas. Se você deseja quartos, decorações e  mobílias… será mais duzentas moedas de ouro.

Com isto, você usou seu dinheiro pelos próximos quatro meses.

 

Duwei estava sem palavras. Ele percebeu que fez um erro. Dinheiro! As plantas eram necessárias. Eram os materiais básicos para estudo de alquimia.

 

Duwei olhou para o mordomo baixando sua face: “Sim? Você esta dizendo que eu, o filho mais velho da família, o supervisor dos territórios do clã, pode usar somente a pífia quantia de trezentas moedas todo mês?”

 

O mordomo disse: “Sim, isto é o que foi estipulado na carta de seu pai. Mesmo sendo verdade que todo mês geramos dez mil moedas de ouro… você deve saber que são fundos públicos. Você ainda não alcançou sua maioridade, e nem herdou nada, então…”

 

“Então eu só tenho trezentas moedas todo mês certo? Ok, entendi, pelos próximos meses eu não posso casualmente fazer compras, correto?”

 

“Minhas sinceras desculpas, mas são as ordens do conde.”

 

Assim que o mordomo disse isto, ele imediatamente deixou o local.

 

Após o mordomo sair, Duwei olhou para Marde que disse: “Jovem mestre… eu ainda tenho comigo as mil moedas de ouro que você me confiou a guarda, as que a condessa lhe deu na cidade imperial.”

 

Duwei suspirou: “Eu achei estranho que minha mãe iria me dar dinheiro escondido… Mas agora entendo… Parece que o lord meu pai está com medo que seu filho retardado vá destruir o território, com medo que eu destrua o clã, então ele nominalmente me tornou supervisor, mas sem poder usar os fundos.”

 

“Nós podemos cortar algumas despesas. Apesar de trezentas moedas ser bastante…” Quando Marde disse isto ele conscientemente fechou sua boca, porque o pequeno mestre estava pensando.

 

“…Ok, se é assim, só temos que fazer dinheiro nós mesmos.” Duwei imediatamente superou seu momento de dessatisfação… de qualquer forma, não haviam coisas valiosas atrás da porta falsa da passagem de Saimei? Podemos usar dinheiro vindo dali.

 

Somente… Parece que os dias que ele iria gastar ali podem não ser livres como ele imaginava.

 

“Vamos lá, nós temos que ir ao calabouço.” Duwei acenou, calmamente dizendo: “Eu espero que o mago não me recuse novamente. Estou de mal humor!”

 

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.


View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: