Law of The Devil

Law of The Devil 08 – Conjuração Instantânea


“Oh, certo”. Duwei concordou e gargalhou. “Então encontre um quarto para ela e deixe ela mesmo tirar. Eu não tenho outras intenções.” Então Duwei voltou seu olhar para a garota e disse “Eu não tenho outras intenções, só estou interessado em sua armadura.”

 

“Se você ousar em me tocar, eu vou fazer você…” A garota praguejou.

 

Duwei voltou e cutucou a face dela com um dedo. “Agora eu te toquei. O que você vai fazer comigo?”

Os cavalheiros amarraram os aventureiros. Eles de alguma forma encontraram uma corrente para o cara forte também. A garota foi nocauteada e jogada no quarto do Duwei. Parece que o pequeno mestre estava interessado nesta garota, então seus cavalheiros…

 

O mago estava em pé na frente de Duwei só com a roupa de baixo. Suas mãos e pernas também estavam amarradas. No início ele tentou ameaçar este pequeno nobre. “Como pode você tratar um mago assim, você não tem medo de ofender a guilda dos magos?”

 

Duwei respondeu com um tapa na cara. O mago calou a boca.

 

“Se você puder responder algumas das minhas questões, eu posso considerar em te libertar.” Duwei sentou em uma cadeira na frente dele. “Você estava conjurando bolas de fogo sem recitar. Você mestrou a técnica da conjuração instantânea?”

 

Isto era o que Duwei estava mais interessado. Magos devem recitar quando conjuram um feitiço. Isto era senso comum nos livros que ele leu. Entretanto, havia alguns magos talentosos que dominaram esta técnica. Eles podiam recitar seus feitiços silenciosamente em sua mente, mas isso requeria uma grande quantidade de mana e um entendimento profundo da magia.

 

Outra forma era utilizar pergaminhos encantados. Magos que podiam criar pergaminhos e armazenar poder mágico nestes. Entretanto, pergaminhos mágicos eram muito valiosos. Quanto maior o nível do feitiço, menor a chance de criar com sucesso Alguns dos maiores feitiços nunca foram colocados em pergaminhos.

 

Alguns magos de nível alto inventaram técnicas para encurtar a ária e deixar sair alguns sons para conjurar mais rapidamente. Entretanto, essas técnicas eram sempre mantidas em segredo. Isso é que dá vantagem para eles nas batalhas. A técnica de ária instantânea é algo que todo mago almeja ter.

 

Duwei não era estúpido, ele não podia acreditar que este mago podia mestrar tal técnica. Ele especulou que este cara deve estar usando algum truque para substituir a ária. Do contrário se ele fosse um grande mago assim, ele não estaria amarrado aqui. Duwei estava interessado neste segredo.

 

A expressão do mago era horrível. Ele moveu seus olhos para longe de Duwei e ficou de boca fechada. Duwei não esperava que ele falasse tudo tão facilmente. se encontravam na cozinha da taverna. Ele tinha tempo para gastar com o mago. Duwei começou a examinar os itens do mago. Um manto comum e um emblema encantado da guilda. Ele jogou ambos os itens no fogão e os queimou. O emblema tinha propriedades anti roubo.

 

“Entenda, eu não quero lhe machucar. Eu somente sou um garoto interessado em magia. Se você responder minhas questões, eu posso te liberar.”

 

O mago ainda estava em silêncio.

 

Duwei começou a examinar. Haviam algumas joias de baixa qualidade na bolsa do mago. Dois pergaminhos normais. Alguns feitiços de baixo nível inscritos. Mesmo que ele leu todo tipo de livro relacionado a magia, graças a leis estritas, nenhum feitiço era permitido ser escrito em livros, só teorias.

 

Então Duwei que sabia tanto de magia e suas teorias, ainda não sabia um feitiço.

 

Similar ao controle de armas no outro mundo. Ele pensou. Todos podem aprender sobre armas através da internet, mas ninguém pode criar uma arma facilmente.

 

“E o que é isso?” Ele pegou alguns frascos. Dentro deles havia pós de várias cores. Ele não iria abrir os frascos sem saber o que há dentro. Magos normalmente carregam itens perigosos.

 

“Se minhas especulações estiverem corretas. Você não é um mago com talento real. Mas pelo que eu vi, você usou alguns truques. Certo? Você tem duas escolhas, ou me diz tudo e satisfaz minha curiosidade e eu te liberto, ou você vai ter um tempo ruim.”

“Você é um nobre! Não deveria tratar um mago assim!”

 

Duwei permaneceu em silêncio.

 

Nobre? Então o que? Quando Duwei veio para este mundo ele perdeu seus amigos, família, objetivos e tudo. Os primeiros anos pareciam caos, sem nenhum objetivo.  Agora a única coisa que o interessava neste mundo estranho era magia.

 

E todo o resto? Ele não se importava.

 

Foi por isso que ele atacou estes estranhos na taverna. Para satisfazer sua curiosidade. Suas ações eram moralmente justificáveis? Ele não ligava. Duwei Roland não era uma boa pessoa.

 

Se você encontrou um erro de ortografia, ou quer oferecer uma sugestão, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.


View Comments

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: